Review do Twibi Giga: o início do fim dos repetidores de sinal Wi-Fi

Roteador Mesh da Intelbras é indicado para quem precisa de uma conexão estável em ambientes grandes. Confira a análise!

Hoje em dia, para que você possa utilizar os eletrônicos de sua casa com acesso a todos os seus recursos, é quase obrigatório possuir uma conexão Wi-Fi de qualidade. Por sua vez, no mercado existem diversos roteadores, que apesar de funcionarem bem, muitas vezes não conseguem dar a cobertura necessária de sinal Wi-Fi para ambientes espaçosos.

Para contornar este problema existem os chamados roteadores Mesh, que funcionam de forma similar a um repetidor Wi-Fi, só que com algumas vantagens, como é o caso do Twibi Giga, o roteador Mesh da Intelbras. O produto foi testado e contamos a seguir quais foram as impressões sobre ele.

O ambiente em que o Twibi Giga foi testado

Antes de prosseguir para o review do aparelho é necessário dizer as condições em que ele foi testado, uma vez que o produto é recomendado para quem precisa de uma conexão com longo alcance.
O meu apartamento possui 180 metros quadrados e devido a ser antigo, ele possui paredes grossas e cheias de encanamentos e tubulações, o que é claro, acaba sendo uma grande barreira para o Wi-Fi, sem contar a sua interferência. Além disto, a minha internet é de 240 Mbps, o que requer um roteador com portas gigabits para poder ser usufruída ao máximo.

Dessa forma, antes de testar o Twibi Giga fiz testes diferentes utilizando powerlines, dois roteadores e repetidores de sinal. Em todos os casos, até conseguia um bom Wi-Fi para os primeiros dois quartos do imóvel, entretanto, ao chegar no outro lado da casa, a minha conexão sempre estava abaixo da metade de sua velocidade máxima e com perda de pacotes, além de uma maior latência.

Acabamento

Apesar de carregar o título de roteador, o visual do Twibi em nada se parece com os roteadores comuns aos quais estamos acostumados. O aparelho feito em plástico de alta qualidade e está disponível apenas na cor branca.

Como você pode notar na imagem acima, o seu acabamento é bem minimalista, dando ao produto um ar moderno graças às "ondas" que ficam na parte de cima de seu corpo. A única indicação de que o aparelho está ligado, fica por conta de LED que fica na sua parte frontal.

Já na parte inferior do Twibi se encontra a sua porta WAN, LAN, que é claro, servem para receber e distribuir a conexão respectivamente, além da entrada para a fonte de energia. Os cabos que acompanham o Twibi são extremamente finos, o que é proposital, para que nada fique a vista dando a impressão de algo estar desorganizado.

 

Se você sentiu falta de antenas nele, este também é outro ponto interessante do Twibi, que possui todas as suas antenas na parte interna. Aqui, a Intelbras acertou ao dar um grande foco no Twibi para que ele ficasse parecido com um artigo decorativo, podendo ser colocado em locais estratégicos sem prejudicar o visual de seu ambiente.

Características e vantagens dos roteadores Mesh

Assim como foi dito anteriormente, os roteadores do tipo Mesh acabam oferecendo algumas vantagens em relação aos repetidores de sinal Wi-Fi comuns. Uma delas, por exemplo no caso do Twibi, fica por conta do roteador ser dual-band, ou seja, ele oferece conexões do tipo 2,4 Ghz e 5,0 GHz.

Apesar de ser dual-band, diferente de um roteador comum, os seus dispositivos acabam enxergando apenas uma rede, o que faz com que eles se conectem automaticamente à melhor frequência para cada aparelho. Felizmente, pude testar o sinal do Wi-Fi em um notebook antigo sem suporte a redes 5 Ghz e consegui fazer a conexão sem maiores problemas, enquanto no celular, na rede 5 GHz tive bons resultados, conforme explico mais adiante.

 

Mais uma vantagem dos roteadores Mesh em relação aos repetidores, é que mesmo quando você sai do ambiente que tem um módulo e vai para outro, a transição é instantânea, o que faz com que você não perca o sinal do Wi-Fi. Vale lembrar também que, o Twibi Giga (versão testada neste review) é indicado para conexões com velocidade superior a 100 Mbps e consegue comportar até 60 dispositivos conectados em sua rede.

 

Por fim, é preciso ressaltar que todo kit do Twibi vem com dois módulos, sendo que módulos adicionais podem ser adquiridos de forma avulsa. Entretanto, para a maioria dos casos, o Kit comum do Twibi Giga deve ser o suficiente, já que ele cobre área de até 360 metros quadrados.

Instalação e configuração

A Intelbras tem investido em meios de facilitar a instalação de seus equipamentos. O Twibi, por exemplo, é um dos primeiros dispositivos a se usufruir disto e, diferente do que ocorre com outros equipamentos de rede, ele não precisa de um computador para ser configurado, sendo que o seu processo de configuração é feito por um celular.

 

Para o meu caso, estive utilizando um celular rodando o Android, no qual baixei o aplicativo Wi-Fi Control Home, que é da Intelbras, mas que também está disponível para iPhone. O processo de instalação dele acabou sendo bem simples e o aplicativo não me requisitou muitas permissões, o que considero um ponto positivo para o fator de privacidade.

Desempenho

É claro que esta é a parte mais importante de qualquer roteador e para poder definir bem o Twibi, vou deixar a explicação em duas partes. Como ele é roteador Mesh, toda a medição que foi realizada a seguir foi feita a partir de uma conexão Wi-Fi.

 

Para testar a velocidade máxima alcançada em meu celular usei como base as ferramentas Speedtest e Simet. Desta forma, enquanto no PC alcançava taxas de 251 Mbps e 20 Mbps, este é o primeiro resultado no Wi-Fi, realizado de forma próxima ao roteador.

Já ao testar o Wi-Fi em um ponto mais distante, a velocidade de download e upload diminuiu consideravelmente. Entretanto, é necessário se manter atento que a latência não aumentou significativamente e, o mais importante, não houve perda de pacotes, o que faz com que a conexão ainda continuasse estável o suficiente para ser utilizada para a maioria das tarefas.

 

 

 

 

Em relação ao módulo que estava estendendo o sinal, o resultado foi similar ao que foi visto acima, entretanto, é preciso ficar atento a um detalhe. Como pode ser visto, nas imagens abaixo, no primeiro teste feito perto do módulo, ele não consegue atingir a velocidade máxima da conexão, porém, mais uma vez, ele não aumentou a latência consideravelmente e se manteve estável sem perder nenhum pacote.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ao ficar longe do segundo ponto, o mesmo resultado com o módulo anterior foi visto, ou seja, apenas alteração de velocidade, mas uma rede ainda estável.

De forma geral, dá para se dizer que o Twibi da Intelbras realmente cumpre e bem o seu papel no que diz respeito a conexão. Essas alterações vistas nos gráficos acima ocorrem para qualquer sinal Wi-Fi, mas aqui, em nenhum momento enfrentei grandes instabilidades. 

 

É claro que além dos testes de velocidade de conexão, também fiz testes com cenários mais reais e do dia-a-dia, como ao jogar online Mobas e fazer o streaming de vídeos em alta resolução. Por exemplo, em minha Smart TV, antes eu enfrentava problemas na hora de fazer um streaming da Netflix ou até mesmo para abrir o programa, algo que foi sanado por completo no Twibi. Já para os jogos online, em testes com o League of Legends, não tive lag em nenhuma das cinco partidas em que estava conectado ao Wi-Fi.

 

Por fim, vale ressaltar que todos os testes foram feitos com até 6 dispositivos conectados simultaneamente, sendo que nenhum deles teve problemas de oscilação.

Conclusão

Depois de ter tentando diversas soluções como as mencionadas no começo desta matéria para conseguir ter um sinal de Wi-Fi em todo o meu apartamento, o Twibi realmente mostrou que cumpre esta função com maestria.

 

É claro que o seu software ainda precisa de uma revisão para arrumar alguns bugs pontuais, mas que não chegam a ser críticos. Pois, o que realmente importa ali, funciona e a conexão do aparelho é bem estável, sendo o suficiente até mesmo para quem deseja fazer streamings em alta resolução ou jogar online sem ter dor de cabeça.

FONTE:Olhar Digital